Champignon

Por Daniel Gomes*

Os cogumelos são utilizados como alimento há muitos séculos. São conhecidas cerca de 2.000 espécies comestíveis, mas apenas 25 delas são comercialmente cultivadas. No Brasil vem se notando crescimento no consumo e, consequentemente, na produção e comercialização de cogumelos, fato este que se deve à maior divulgação de seu valor nutritivo e medicinal, bem como pelo preço ter se tornado um mais acessível à população. As principais espécies comestíveis cultivadas no Brasil são Champignon de Paris (A. bisporus), o Shiitake (L. edodes) e o Shimeji (Pleurotus sp).

O cogumelo Champignon de Paris é sem dúvida o mais consumido e sua apresentação mais comum é em conserva, em potes plásticos e ou em copos de vidro.

Porém, o consumo in natura vem se expandindo muito uma vez que dessa forma são mantidas as características originais de sabor e textura, alteradas no cogumelo em conserva. Possui sabor amadeirado leve, e quando submetido à cocção, seu sabor se pronuncia. Pode ser consumido de diversas maneiras, cru em saladas e aperitivos, cozido em diversos pratos.

O cogumelo Champignon de Paris fresco deve possuir coloração uniforme branca, firme e com uma superfície brilhante e úmida, e ainda conter muito discretamente algum resíduo de terra de cultivo, mas este não pode comprometer sua aparência ou dar aspecto de sujo ao produto.

*Fonte:
Eng. Agr., Dr., PqC do Polo Regional Leste Paulista/APTA
www.aptaregional.sp.gov.br
Pesquisa & Tecnologia, vol. 10, n. 2, Jul-Dez 2013

AUTHOR: nayumi
Sem comentários

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.